Rose Marie Murano

Rose Marie Murano (11/11/1930-21/06/2014)

Após a notícia do falecimento de Rose Marie Murano, muito se comentou sobre uma das maiores feministas brasileiras. Logo, não é surpreendente pararmos para discutir um pouco da sua história e seus pensamentos tão marcantes no feminismo brasileiro. Embora sua infância seja praticamente única, afinal era descendente de uma das 10 famílias mais ricas do país, não se compara ao resto de sua história.

Após a morte de seu pai, quando tinha 15 anos, e as disputas familiares pela herança, Rose Marie se afasta da classe dominante que era permeada por “corrupção, violência simbólica, cinismo”. No mesmo ano, ela largou a família para “construir um novo mundo” e conheceu o Padre Helder Câmara, parceria que durou 18 anos. No período seguinte, trabalhou na Editora Vozes, que permitiu que editorasse mais de 1600 livros. Ela foi uma das líderes da mudança editorial do espaço através da publicação de livros progressistas, o que abriu o caminho para a impressão e disseminação da Teologia da Libertação, junto a Leonardo Boff.

Sua luta por uma igreja mais progressista e seus debates sobre feminilidade, sexualidade e aborto, atraíram a atenção dos líderes religiosos do Vaticano. Sua expulsão da editora, em 1986, foi causada pela publicação de seu livro “Sexualidade Libertação e Fé, Por uma Erótica Cristã” (um entre seus mais de 40 livros). Isso não diminuiu sua influência e importância pelo movimento, visto pela sua premiação constante na década seguinte como a “Mulher do Ano” entre outros. Continuou o seu trabalho editorial dedicada ao gênero, a Editora Rosa dos Tempos, a única focado no assunto na América Latina por muito anos.

Murano debateu assuntos variados, sempre a partir da visão da mudança social, buscando alterar as relações econômicas, sociais, íntimas. Revolução para esta feminista estava em todos os campos, visível pela sua luta de uma visão religiosa diferente das mulheres. Ela lutou contra a ideia da mulher pecadora, aquela que nasceu já no pecado e levaria o homem pelo mesmo caminho. Rosie Marie via outra mulher, uma que faz a diferença, que amam e lutam por um mundo melhor. Ela queria mais amor, mudou de vida para isso e, junto a outros e outras, ajudou a construção e luta contínua de um país melhor para todos.

 

Fontes

Biografia de Rose Marie Muraro

Blog Rose Marie Murano

Rose Marie Muraro

Rose Marie Muraro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s